Arquivo de Tags Venezuela

Os comentaristas de esquerda estão lutando para enfrentar o colapso econômico da Venezuela. No início de agosto, a professora da Universidade de Stanford Terry Lynn Karl juntou-se ao refrão alegando que a queda dos preços do petróleo é o problema. É verdade que o preço do petróleo caiu de cerca de US$ 100 por barril em 2014 para cerca de US$ 50 em 2017. Mas as políticas socialistas exacerbaram a crise do petróleo e criaram a pobreza que vemos na Venezuela hoje. Recursos não ditam prosperidade. As sociedades de livre mercado são menos afetadas pela queda dos preços das commodities, em parte porque sua riqueza não depende de matérias-primas. Hong…

O papel do economista – apontar a incompatibilidade do planejamento central como um meio de atingir o nível de bem-estar que os países buscam – foi definido como uma “tarefa ingrata, (pois) a maioria das pessoas são intolerantes a qualquer crítica às suas crenças econômicas e sociais... (e) não entendem que as objeções levantadas se referem apenas aos métodos inadequados e não rejeitam os objetivos finais de seus esforços” (Mises, 1944). Porém, em circunstâncias como as da Venezuela atual, esta tarefa é ao mesmo tempo ingrata e completamente desanimadora. Uma série de fotografias publicadas recentemente e uma investigação da Reuters apresentaram um trágico resumo da situação atual no país sul-americano,…

Imagens de cidadãos aguardando em linha para obter bens básicos – papel higiênico, farinha, leite – em supermercados por toda a Venezuela abundam pela internet. Essas imagens surreais são a norma na Venezuela de hoje. Dos anos 50 até o fim dos anos 90, a Venezuela era o país mais estável política e economicamente da América Latina. Avance para os dias de hoje, e a Venezuela não está apenas atravessando um colapso econômico sem precedentes, mas está também à beira de se tornar um Estado falido. Entendendo a crise de escassez na Venezuela Como pôde um país que já fora tão próspero cair a níveis tão baixos? Economia básica impõe…

Talvez seja só porque sou criterioso, mas parece que comparar as taxas de crescimento de longo prazo entre vários países cria um argumento matador para a superioridade do livre-mercado e do Estado pequeno. Quer seja Coreia do Norte contra Coreia do Sul, Cuba contra o Chile, ou Ucrânia contra Polônia, nações com governos inchados e com mais intervenção inevitavelmente afundam em comparação com alternativas orientadas para o mercado. Isso é uma prova muito convincente, na minha humilde opinião, mas me pergunto se não é excessivamente persuasivo por ser muito seco e analítico. Talvez eu deva me concentrar mais no custo humano do estatismo. E não apenas compartilhando dados sobre baixos…

Close
MENUMENU