Arquivo de Tags escassez

A especulação de preços foi recentemente tema de notícias com histórias de lojistas e hotéis aumentando os preços para explorar pessoas inocentes desesperadas por causa do furacão Harvey. Muitas pessoas acham a especulação de preços imoral e ofensiva, mas estes sentimentos são resultado de superstição. Se os legisladores agem com base nestes sentimentos estabelecendo a fixação de preços, eles nos impõem uma cura mais perigosa do que a doença. Como sempre, o antídoto para a superstição é o conhecimento. Então, aqui estão três razões de por que a especulação não é ruim. 1. A competição é inevitável A competição não é exclusiva ao capitalismo; ela é uma realidade da própria…

Com o frenesi do eclipse solar acabando, os consumidores que diligentemente protegeram seus olhos podem voltar suas atenções para uma lição fundamental da economia. Um mês atrás, os maiores vendedores dos óculos de segurança para eclipse solar vendiam lotes de 10 por cerca de 4 dólares. Hoje, porém, o mesmo produto é vendido por pelo menos 150 dólares. Inevitavelmente, acusações furiosas de “especulação de preços” surgem dos leigos em economia, que reclamam que os vendedores estão cobrando preços excessivos, explorando condições atípicas de mercado. Como pode o valor de um item ter aumentado de forma tão significativa em um curto espaço de tempo, especialmente quando os óculos para eclipse custam…

O papel do economista – apontar a incompatibilidade do planejamento central como um meio de atingir o nível de bem-estar que os países buscam – foi definido como uma “tarefa ingrata, (pois) a maioria das pessoas são intolerantes a qualquer crítica às suas crenças econômicas e sociais... (e) não entendem que as objeções levantadas se referem apenas aos métodos inadequados e não rejeitam os objetivos finais de seus esforços” (Mises, 1944). Porém, em circunstâncias como as da Venezuela atual, esta tarefa é ao mesmo tempo ingrata e completamente desanimadora. Uma série de fotografias publicadas recentemente e uma investigação da Reuters apresentaram um trágico resumo da situação atual no país sul-americano,…

Imagens de cidadãos aguardando em linha para obter bens básicos – papel higiênico, farinha, leite – em supermercados por toda a Venezuela abundam pela internet. Essas imagens surreais são a norma na Venezuela de hoje. Dos anos 50 até o fim dos anos 90, a Venezuela era o país mais estável política e economicamente da América Latina. Avance para os dias de hoje, e a Venezuela não está apenas atravessando um colapso econômico sem precedentes, mas está também à beira de se tornar um Estado falido. Entendendo a crise de escassez na Venezuela Como pôde um país que já fora tão próspero cair a níveis tão baixos? Economia básica impõe…

Eu já argumentei anteriormente que direitos de propriedade privada são um componente vital de qualquer programa pró meio ambiente. Curiosamente, o Washington Post meio que concorda. Ao menos no que diz respeito às áreas de pesca. Em um editorial recente, reconheceu que o modelo coletivista atual não funciona. As áreas de pesca do mundo, que alimentam bilhões de pessoas, estão em profundo declínio. Os autores de um estudo publicado na segunda-feira no Proceedings of the National Academy of Sciences examinou 4.713 áreas de pesca, contabilizando 78% da pesca anual no mundo, e descobriu que apenas um terço delas estava em condições biológicas decentes. O editorial então aponta para o fato…

Um galão de leite: US$ 7,59. Revoltante! Isso é o dobro do que gastei na cidade um dia antes. Um galãozinho de leite, e eu teria que pedir falência. Quem quer que seja o responsável é um explorador imundo. Mas eu não tinha escolha; as batatas já estavam cozinhando. Peguei o leite, caminhei fritando de raiva até o caixa, e joguei o dinheiro no balcão. Sabe como é, meu irmão estava fazendo a refeição familiar: presunto, legumes e purê de batata. Ele já tinha começado. As batatas estavam descascadas, cortadas e cozinhando no forno. Minha tarefa era trazer o leite – não dá para amassar a batata direito sem leite.…

O socialismo é a Grande Mentira do século XX. Embora prometesse a prosperidade, a igualdade e a segurança, só proporcionou pobreza, penúria e tirania. A igualdade foi alcançada apenas no sentido de que todos eram iguais em sua penúria. Do mesmo modo que um esquema de pirâmide ou uma corrente de cartas inicialmente têm êxito mas acabam fracassando, o socialismo pode mostrar sinais iniciais de sucesso. Porém, qualquer realização rapidamente desaparece assim que as deficiências fundamentais do planejamento central aparecem. É a ilusão inicial de sucesso que confere à intervenção governamental seu apelo pernicioso, sedutor. A longo prazo, o socialismo sempre demonstrou ser uma fórmula para a tirania e para…

corredores

"Os traços de medo e ganância são o que o mercado traz à proeminência", argumenta G.A. Cohen em Why Not Socialism?1 "Cada um predominantemente vê os demais atores do mercado como possíveis fontes de enriquecimento, e como ameaças a seu sucesso." Cohen nota mais a frente que essa é "uma maneira horrível de ver outras pessoas" e que é o "resultado de séculos de civilização capitalista." Como seria bom se vivêssemos em outro sistema econômico onde as pessoas vissem umas às outras como irmãos e irmãs em empenho conjunto, e não como competidores que lutam para pegar a maior fatia do bolo. Implicitamente inspirada na ideia marxista de que as…

Em uma economia onde todos os bens são produzidos pela iniciativa privada e não há interferência nos preços por parte do governo, o preço desses bens são determinados por oferta e demanda. Ou melhor, são determinados por uma livre concorrência entre os produtores e por outra livre concorrência entre os consumidores. Se há concorrência entre os consumidores, isso significa que nem todos conseguirão comprar tudo o que precisam. Nesse cenário, é muito tentador para alguns políticos fixar preços máximos para aquilo que julgam "artigos essenciais" para as famílias. Na cabeça deles, isso iria fazer com que mais famílias (e principalmente as mais pobres) tivessem acesso a esses bens essenciais. Há…

Close
MENUMENU