Leitura de 2 minutos.

Quando eu digo às pessoas que trabalho na Foundation for Economic Education1, elas geralmente perguntam: “Que ideias econômicas as pessoas deveriam entender?”

Nós da FEE pensamos muito nisso para os nossos artigos, cursos, seminários e vídeos. Dividimos o “pensamento econômico” em doze conceitos-chave. A lista a seguir nos guiou internamente por alguns anos, e eu acredito que agora chegou a hora de compartilhá-la com o mundo.

  1. Ganhos do comércio: Em qualquer troca econômica, escolhida livremente, ambas as partes se beneficiam, ao menos segundo a cabeça de cada um.
  2. Valor subjetivo: O valor de qualquer bem ou serviço é determinado pela mente humana individual.
  3. Custo de oportunidade: Nada é gratuito, e o custo de qualquer coisa é o que você abre mão para tê-la.
  4. Ordem espontânea: A sociedade emerge não de intenções ou planos de cima para baixo, mas de ações individuais que levam a resultados não planejados para o conjunto.
  5. Incentivos: Indivíduos agem para maximizar sua própria recompensa.
  6. Foto por Sasin Tipchai

    Vantagem comparativa: Cooperação entre indivíduos cria valor quando um vendedor pode produzir um determinado item ou serviço por um preço mais baixo daquele que o comprador gastaria para produzir ele mesmo.

  7. Problema do conhecimento: Nenhuma pessoa ou grupo sabe o suficiente para planejar (e impor) resultados sociais, pois a informação necessária para a ordem social está distribuída entre os seus membros e se revela somente na escolha humana.
  8. Visto e não visto: Além dos efeitos tangíveis e quantificáveis, há frequentemente custos invisíveis e oportunidades não atendidas para qualquer ação ou política.
  9. Regras importam: Instituições influenciam as decisões que os indivíduos tomam. Por exemplo, os direitos de propriedade derivam da realidade da escassez, que exige que a propriedade seja atribuída a indivíduos e não a um coletivo.
  10. Ação é proposital: Cada pessoa faz escolhas com a intenção de melhorar sua condição.
  11. Sociedade civil: Associação voluntária permite que pessoas de todas as origens interajam pacificamente, criem valor, cultivem o caráter pessoal e construam confiança mútua.
  12. Empreendedorismo: Atuando sobre uma oportunidade de reunir recursos e ideias subutilizados, mal utilizados ou não descobertos para criar valor para os outros.

Você deve pensar sobre todos os jeitos e lugares que estes princípios aparecem enquanto você compra, socializa e planeja seu futuro. Como gostamos de dizer: “a economia está em toda parte!”


Esse artigo foi originalmente publicado como Twelve Economic Concepts Everyone Should Know para o Foundation for Economic Education.


Notas:

  1. Fundação para a Educação Econômica; instituição situada nos Estados Unidos. (N. do E.)

Sobre o Autor

Richard N. Lorenc é o Diretor de Operações da Foundation for Economic Education (FEE) e atua como como diretor administrativo do projeto FEE Youth Education & Audience Research (YEAR), projeto para desenvolver e promover novas técnicas de conteúdo e distribuição de ideias para o livre mercado.

1 Comment

  1. Estou aposentado, após 43 anos na Ford, na área de engenharia, agora do aula de Eficiencia Energética na Industria para Pós-Graduação e quero passar meu conhecimento para mais pessoas. Como fazer?

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
MENUMENU