Início Mercado de trabalho Regulação trabalhista

Regulação trabalhista

  • Frédéric Bastiat, o grande economista francês (sim, tais criaturas costumavam existir) do século XIX, observou que um bom economista sempre considera as consequências “visíveis” e “invisíveis” de qualquer ação. Um economista desleixado analisa os destinatários dos programas governamentais e declara que a economia será estimulada por esse dinheiro adicional que é facilmente visto, enquanto um bom economista reconhece que o governo não pode redistribuir o dinheiro sem causar prejuízos invisíveis…

  • Vídeos, debates na TV, modelos estatísticos, manifestações de solidariedade, e incontáveis discussões em redes sociais estão centrados em se existe uma diferença salarial significativa entre homens e mulheres depois que outros fatores são considerados. A histeria da mídia sobre a histeria da diferença salarial é um sinal claro de que os americanos estão pensando em legislação. De fato, você pode ter ouvido que a diferença salarial atingiu dimensões globais quando,…

  • Na última segunda-feira, realizei uma palestra intitulada “As fábricas de suor podem ajudar os pobres do mundo?” para um grupo de estudantes na SOAS University London. O ponto central da palestra era apresentar o raciocínio econômico por trás da determinação e composição dos salários de forma a dissipar os mitos populares que envolvem essas fábricas. Na exposição dos argumentos, eu me vali de um conjunto de evidências que serão familiares…

  • Esse artigo foi publicado em 2003 tendo em mente ao contexto norte-americano da época. Ele está sendo reproduzido aqui porque a análise que faz da obrigatoriedade da filiação sindical é inteiramente válida quando nos referimos à nossa realidade brasileira, mesmo que os fatos e estudos mencionados digam respeito àquele outro cenário. (N. do E.) Se sindicalização obrigatória fosse submetida a um teste moral, seria reprovada antes do debate. Obrigar um…