Arquivo de Assuntos Economia Monetária

Para que uma economia cresça e se desenvolva, a acumulação de capital produtivo e, consequentemente, o aumento de produtividade, são necessários. Acumulação de capital produtivo ocorre com investimentos em máquinas e equipamentos. Para que haja investimentos, primeiramente deve haver poupança, que é a parte da renda não consumida. Por sua vez, essa renda não consumida é a poupança genuína, que é canalizada para o setor produtivo. As pessoas dispostas a adiar o seu consumo transferem os recursos financeiros disponíveis para aquelas que desejam ter acesso a uma quantidade de bens e recursos maior que sua riqueza permite adquirir. Como as pessoas sempre preferem ter o dinheiro agora ao invés da…

Para a maioria dos especialistas, a deflação, que eles definem como uma redução generalizada nos preços dos bens e serviços, é uma má notícia porque gera expectativas de futuras reduções nos preços. Como resultado, eles defendem, os consumidores adiam suas compras de produtos no presente porque esperam comprar estes produtos a preços mais baixos no futuro. Isso reduz o fluxo geral de gastos, o que por sua vez enfraquece a economia. Logo, estes comentaristas asseguram que políticas que combatam a deflação também combatem a recessão. Se a deflação leva uma economia à recessão, então políticas que revertem a deflação devem ser boas para a economia. Reverter a deflação implicaria em…

Dando prosseguimento à minha última publicação, fiquei devendo maiores explicações sobre o funcionamento do mecanismo de criação da base monetária pela autoridade monetária de cada país, conhecida também por Banco Central (Bacen). Afinal, o que tem a ver a criação (ou destruição) de base monetária com o financiamento público? Como procurarei demonstrar de forma bastante objetiva, tal relação é mais estreita do que imaginamos e nos afeta de modo considerável. Se ficar qualquer dúvida, pode escrevê-la nos comentários que eu vejo e respondo! Primeira coisa: o que diabos é um Banco Central? O que essa instituição faz? E como ela afeta as nossas vidas? No Brasil, a lei que criou…

Bitcoin tem feito manchetes por meses. Flutuações extremas de preços deflagraram um debate vigoroso: é uma moeda ou uma farsa? Será que o bitcoin é viável a longo prazo, ou nós estamos testemunhando uma bolha esperando para estourar? As respostas para essas questões são simples: sim, Bitcoin é uma moeda, mas nós não temos como saber se continuará sendo no futuro. Ela possui, no entanto, muitas qualidades que talvez a tornem viável a longo prazo. Já não deveria mais haver nenhuma controvérsia em chamar Bitcoin de moeda. Uma moeda é simplesmente um bem que serve como meio de troca, o que significa que as pessoas o trocam pelos produtos e…

No meu último artigo, contei um pouco da fascinante história da evolução do dinheiro, popularmente conhecido também por “moeda”. Vimos que a noção moderna desse conceito se chama “meios de pagamentos”, que se define pela soma do dinheiro físico (cédulas e moedas metálicas que os agentes econômicos do sistema não bancário carregam na carteira), chamado de Papel Moeda em Poder do Público ou Moeda Manual, com o dinheiro “virtual” criado pelos bancos comercias, doravante “bancos”, conhecido por Depósitos a Vista ou Moeda Escritural. Portanto, os meios de pagamentos constituem os ativos mais líquidos da economia, no sentido de que são os meios mais rápidos e práticos de que os agentes…

O surgimento da moeda decorre do progresso econômico, devido à divisão social do trabalho, responsável pela especialização dos indivíduos em atividades produtivas isoladas. Com isso, os indivíduos deixam de ser autossuficientes e passam a ser mais interdependentes, recorrendo ao mercado para permutar sua produção individual pelos bens e serviços necessários à satisfação de suas demandas. As trocas mercantis podem ser feitas de forma direta, pelo escambo, ou de forma indireta, pela intermediação da moeda. Na troca direta, o individuo especializado na produção de uma única mercadoria, por exemplo, A, vai ao mercado com esta para tentar obter o conjunto das demais mercadorias de que necessita. Para adquirir a mercadoria B,…

Close
MENUMENU