Início Conceitos econômicos

Conceitos econômicos

O que são conceitos econômicos como Produto Interno Bruto? Ou laissez-faire? O ainda destruição criativa?

Economia, como qualquer outra ciência, utiliza conceitos próprios para explicar o mundo. Entender o que está por trás destes conceitos ajudará o leitor a se aventurar no aprendizado da economia.

  • Existe uma maneira fácil de avaliar se os países têm políticas econômicas boas ou ruins. Basta olhar o Liberdade Econômica no Mundo (LEM) do Instituto Fraser e verificar a pontuação de uma nação, bem como sua posição em relação às outras. O relatório LEM também permite que os leitores vejam como as nações pontuam nas cinco principais áreas de políticas que são usadas para produzir o quadro geral. São elas:…

  • Uma das funções das quais o Estado jamais pode renunciar é a de quebrar cartéis e monopólios na economia. O surgimento dessas estruturas é a tendência natural dos mercados, um fenômeno que decorre do fato facilmente observável de que as taxas de lucro de diferentes empresas não são exatamente iguais. E se uma empresa tem uma taxa de lucro maior do que a sua concorrente, ela crescerá mais do que…

  • Minha publicação anual favorita é o relatório Liberdade Econômica no Mundo do Instituto Fraser, que mede a quantidade de liberdade econômica que existe em 159 nações. A classificação se baseia em cinco categorias com pesos iguais, embora eu sempre tenha considerado “Sistema Legal e Direito de Propriedade” como sendo a mais importante, porque impostos baixos e regulamentação leve não produzirão muito crescimento se os investidores e empreendedores não tiverem fé…

  • O Papa Francisco e Ludwig von Mises não têm a mesma opinião sobre a importância da escolha do consumidor. O papa condena o que Mises defende, e sua discordância vai além do óbvio. Como todos sabem, o papa condena o que ele chama de “consumismo”. Em um discurso proferido em 2015, por exemplo, ele disse: Hoje, o consumismo determina o que é importante. Consumir relacionamentos, consumir amizades, consumir religiões, consumir,…

  • Hayek é especialmente perspicaz no sétimo capítulo de “O caminho da servidão”: “Controle econômico e totalitarismo”. Nos capítulos anteriores, ele refletiu sobre a intervenção moderada do Estado na economia. Mas aqui o vemos destruir a noção de que o controle econômico não estaria diretamente ligado à ascensão da tirania e à perda da liberdade individual. Seus argumentos são tão convincentes, em parte porque ele destaca o fato indiscutível de que…

  • O futebol é carinhosamente conhecido como o jogo bonito. É o esporte mais popular do mundo com uma estimativa de cerca de quatro bilhões de fãs. A Copa do Mundo é o auge do esporte. É disputada apenas uma vez a cada quatro anos. Não é necessário dizer que é um evento imenso. No último domingo, 15 de julho, o time da França foi consagrado o vencedor de 2018. Dos…

  • No dia do trabalho, trabalhadores se reuniram em todo país em apoio aos direitos dos trabalhadores e dos imigrantes. O objetivo das manifestações era fazer da imigração um assunto chave nas eleições intermediárias de 2018. Se os republicanos do congresso quiserem ajudar os americanos em dificuldades e impulsionar seu apoio rumo às eleições intermediárias, devem aproveitar esta oportunidade e corrigir nosso problemático sistema de imigração, para que mais imigrantes possam…

  • O que as empresas desses três grupos têm em comum? Grupo A: American Motors, Brown Shoe, Studebaker, Collins Radio, Detroit Steel, Zenith Electronics e National Sugar Refining. Grupo B: Boeing, Campbell Soup Company, Colgate-Palmolive, Deere & Company, General Motors, IBM, Companhia Kellogg, Procter and Gamble Company e Whirlpool Corporation. Grupo C: Amazon, Facebook, eBay, Home Depot, Microsoft, Google, Netflix, Office Depot e Target. Todas as empresas do Grupo A estavam…

  • Críticos do liberalismo e da economia de mercado criaram há muito tempo o hábito de inventar termos que (nós liberais) jamais usaríamos para nos descrever. O mais comum deles é “neoliberal” ou “neoliberalismo”, que parece significar o que quer que os críticos desejem que signifique para descrever as ideias que eles não gostam. Na medida em que os termos têm definições claras, eles certamente não coincidem com as visões reais…

  • Eu normalmente sou um grande fã do TD Economics e seus vários informativos e publicações, que você pode receber de graça. Um economista bastante conhecido uma vez me disse que o propósito dos departamentos econômicos dos bancos não é auxiliar em seu processo decisório propriamente dito, mas sim polir a marca do banco, impressionando os clientes com análises inteligentes. Se é assim, o TD Economics quase sempre obtém sucesso. Mas…

  • O dia 10 de dezembro marca os 69 anos da Declaração Universal dos Direitos do Homem (DUDH) que foi adotada pela Organização das Nações Unidas (ONU). Após a Segunda Guerra Mundial, a sua autora, Eleanor Roosevelt, pretendia que fosse a “Carta Magna para toda a humanidade” a fim de prevenir repetições de horrorosas violações dos direitos humanos – como o Holocausto, que havia ocorrido recentemente. Esse documento, mesmo sem imposição…

  • Eu costumo assistir ao programa de John Oliver Last Week Tonight porque é engraçado e informativo ao mesmo tempo. Seu último episódio sobre consolidação corporativa não foi, infelizmente, um dos melhores. Neste episódio, Oliver fala sobre como certos setores estão sendo dominados por um punhado de empresas e como isso é ruim para os consumidores. Ele se concentra particularmente nas empresas aéreas e de telecomunicações. Até aí, tudo bem. Todos…

  • Sexy and the City 3 pode ter acabado, mas a febre por lindas roupas que a franquia da HBO exibiu, não. Assim como a (anti-) heroína Carrie Bradshaw demonstra tendo Manolo Blahniks e Prada, eu aprecio um closet ilimitado e rotativo de roupas de grife e acessórios. Mas diferentemente da Carrie, eu não possuo nenhum destes itens – eu pago por uma “assinatura ilimitada” do Rent the Runway, que permite…

  • Eu concordo plenamente com meus amigos de esquerda que afirmam que corporações querem extrair cada centavo que elas puderem dos consumidores. Eu também concordo (em grande parte) com eles quando dizem que corporações são entidades sem alma que não se importam com as pessoas. Mas depois que eles terminam de desabafar, eu tento educá-los ao apontar que a única maneira das corporações separarem os consumidores e o seu dinheiro é…

  • Meu colega Gordon Tullock é conhecido, com justiça, por seu importante papel no estabelecimento de bolsas de estudos sob a perspectiva da teoria econômica da “Escolha Pública“. Mas se você pedir aos economistas que citem, especificamente, a contribuição teórica pela a qual Gordon é mais conhecido, a maioria provavelmente afirmaria que é o rent-seeking. Embora jamais tenha cunhado esse termo — que foi introduzido neste artigo de 1974 por Anne…

  • Pronuncia-se “lê-sê-fér”. As origens francesas do termo datam do final da Renascença. Diz a lenda que foi usado pela primeira vez no ano de 1680, época em que o Estado-nação estava em ascensão em toda a Europa. O Ministro das Finanças francês, Jean-Baptiste Colbert, perguntou a um comerciante chamado M. Le Gendre o que o Estado poderia fazer para promover a indústria. De acordo com a lenda, a resposta foi:…